Puntos de avituallamiento

Os participantes terão 8 estações de abastecimento incluindo o da Meta, nos que vão estar localizados os pontos de controle.

Nos abastecimentos vão encontrar:

  • Zona de estacionamento
  • Zona de banho/duche
  • Abastecimento sólido/líquido (para os concorrentes)
  • Zona de controle de tempos e ponto de controle

  • icon7

    O município de Forcarei pertence à província de Pontevedra, com uma população de 1781 habitantes. Em 2016 fundiu-se com o município de Cotobade, formando o município Forcarei- Cotobade.

    Forcarei encontra-se a 31 km de Pontevedra, 50 km de Santiago de Compostela e a 65 km de Ourense, o que fazem que este município tenha um lugar estratégico no mapa de Galiza.

    Terra de canteros, Forcarei conta com um grande legado arquitectónico e artístico, sendo o románico o principal protagonista, mostra disso é o Conjunto de San Antón, a Ponte de Pedre e a Igreja Parroquial de Santa Marinha em Tomonde. A imponente beleza da Igreja Parroquial de San Juan Bautista em Forcarei e da Igreja Parroquial de San Tomei em Quireza junto a seu Viacrucis não resulta indiferente. Enquanto a máxima expressão de arquitectura popular galega acha-se no Eirado dá Pena em Forcarei, no Eirado dá Ermida em Filgueira e na Eira Grande em Pedre.

  • icon6

    O município de Vila de Cruzes está situado no limite mas setentrional da província de Pontevedra, e conta com uma população de 5435 habitantes.

    O município está circundado pelos três principais rios da comarca do Deza; o Ulla, o Deza e o Arnego.

    O produto estrela da gastronomia de Vila de Cruzes é o Galo de Corral, em torno do que se celebra uma importante festa gastronómica declarada de Interesse Turístico Galego.

    Também se celebram outras festas gastronómicas como a da Castaña em novembro, a de Chorizo em fevereiro, todas elas com degustación gratuita de produtos da zona.

    Em agosto celebra-se o Rally das Carretillas, um espectáculo desportivo e cultural baseado nas carretillas. Este curioso rali celebra-se dentro da Semana Cultural organizada anualmente pela associação cultural Miolos de Fume.

  • icon5

    O município de Moraña está situado ao norte da província de Pontevedra e conta com uma população de 4.434 habitantes.

    Neste município acha-se o menhir de Gargantáns, monumento megalítico do neolítico com gravados em #dois caras que pode se datar entre 3000-2000 a.C. e mede 192 cm de altura e 50 cm de diâmetro.

    A prefeitura de Moraña conta com duas belas igrejas construídas no século XII, a de San Martín de Gargantáns e a de San Pedro de Rebón.

    Na parroquia de Amil encontra-se o santuário de Nossa Senhora dos Milagres. Na mesma parroquia de Amil destaca o notável conjunto arquitectónico formado pela igreja parroquial, barroca do século XVIII, e a casa rectoral, adosada a uma torre medieval.

    A parroquia de Santa Justa, na que se celebra uma importante romería em honra a esta santa, conta com a melhor carballeira de todo o município, tanto por sua extensão como pelos 400 robles que a compõem. Próxima à igreja parroquial há uma fonte que data de princípios do século XVI.

    Existem em Moraña outras carballeiras de menor entidade, como a de Santa Luzia, na capital do município, onde se celebra a festa gastronómica do "Carneiro ao espeto" ( asado).

    Destaca em Moraña A romería dos Milagres de Amil, uma das romerías mas importantes de Galiza, que se celebra no dia 8 de setembro e à que vão milhares de peregrinos. Em dita romería a Virgen leva seu manto coberto dos bilhetes que lhe ofereceram os fiéis.

    É de mencionar a Festa do "Carneiro ao espeto", actualmente declarada como Festa de Interesse Turístico de Galiza e também a Festa do " Porquiño á brasa", esta festa se celebra na parroquia de Amil no final do mês de agosto, na carballeira dos Milagres.

    Cabe destacar a " Rapa dás bestas" em Amil, nesse dia, os cavalos, que durante todo o ano vivem nos montes são acorralados e conduzidos até o " curro", situado no lugar conhecido como Pastizal. Aqui procede-se à separação das bestas, para marcá-las e rapar suas crines, convertendo-se numa verdadeira luta do homem com o cavalo.

  • icon1

    Pontevedra é a capital da província e capital das Rias Baixas. O rio Lerez atravessa a cidade e por isso é conhecida também como a “Cidade do Lerez” e também como “ Boa Vila”. É uma cidade administrativa, monumental, turística e de serviços, com uma população de 82549 habitantes.

    Em novembro de 2014 foi-lhe concedido o galardão mundial ONU-Habitat, entregado em Dubai ( Emiratos Árabes Unidos) que a reconhece como uma das cidades européias mais cómodas para viver, especialmente em matéria de qualidade urbana, mobilidade e acessibilidade. Em 2015 foi-lhe concedido pelo mesmo motivo o prêmio de excelência urbana do Center for Active Design na cidade de Nova York e o prêmio Cidade de Mobilidade Inteligente Euro-Chinesa 2015 entregado em Hong Kong, entre outros.

    Possui o centro histórico mais importante de Galiza, junto com o de Santiago de Compostela. Dito capacete antigo foi declarado em sua totalidade Conjunto Histórico-Artístico em 1951 e tem sido qualificado pelo jornal inglês The Guardian como “uma magnífica cidade antiga”.

  • icon4

    A Lama é um município interior do noroeste da província de Pontevedra, com 2587 habitantes, situado a 31 km de Pontevedra e a 50 km de Vigo.

    As terras de A Lama estiveram povoadas desde a prehistoria, conservando-se restos arqueológicos das culturas megalíticas desde os anos 4000 a 2000 a de C. como as mámoas de Portela dá Cruz, Ou Seixo, Ou Suído, e em Antas. Da Idade de Bronze encontrou-se em Lamba-a uma espada de tipo argárico do ano 1500 a de C. e em Verducido e no Castro de Gaxate vários machados de bronze. Desta idade são os gravados rupestres em Chan do Campo, Outeiro Seixiño, Val do Gato, e A Laxa dás Puzas ( Verducido).

    Pertencente à Cultura dos Castros existem três identificados: o Monte do Castro em Gaxate, o Monte do Castro na Lamba, e o de Xende.

    A prefeitura da A Lama pertence à rede Natura 2000 e é considerada área natural de alto valor ecológico a nível europeu sobre a conservação de habitat natural, fauna e flora silvestre.

    A serra do Cando tem seu ponto mas alto no monte do Seixo com 900m de altitude e a serra do Suído faz limite natural com Orense e o ponto mas alto é O Coto dá Puza com 1035m de altura, esta serra tem grande valor ecológico e é uma das poucas zonas de Galiza onde ainda podemos ver lobos. Desde a alta serra do Suído podemos observar as três rias: Pontevedra, Vigo e Villagarcía de Arosa. Com bom tempo desde o monte de Ou Seixo vêem-se ria-las de Pontevedra e Vigo.

    As festas mais importantes da A Lama são a Romería do Santo Cristo de Xende, a Romería da Virgen das Ermitas, a festa do vinho do Pelete e a festa gastronómica do Codillo.

  • icon3

    Tui é um município de 17000 habitantes, situado na parte oriental da comarca do Baixo Miño, na província de Pontevedra. A partir de 10 de fevereiro de 2012 junto à cidade de Valença do Minho (Portugal) formam uma eurociudad como mostra de cooperação e integração entre ambas cidades separadas tão só por duas pontes que atravessam o rio Miño. Um destas duas pontes é a Ponte Internacional de Tui fundado em 1886.

    Tui conta com um importante património histórico, tais como a Catedral de Santa María de Tui, uma das catedrais mais importantes de Galiza. Também é de destacar o Museu e Arquivo Histórico Diocesano, que foi um antigo hospital de pobres e peregrinos, construído no ano 1756, o Convento e Igreja das Clarisas é conhecido como convento das Clarisas ou Encerradas que foi fundado no ano 1524, o Túnel das Freiras Clarisas se encontra no fundo da rua que leva ao convento das Clarisas, constituindo um dos rincões mais típicos de Tui, a Igreja de San Francisco está dotada de biblioteca pública.

    O Passeio Fluvial de Tui, entre o rio e a antiga muralha medieval oferece um espaço natural ideal para desfrutar em contacto com a natureza.

    Como património natural, Tui conta com o Monte Aloioa, que é uma cimeira situada na Serra de Galiñeiro e declarada parque natural em 1978, com uma superfície de 746 hectares e o ponto mas alto situado a 629 metros de altitude (alto de San Julián).

    Cabe destacar as Festas Patronales de San Telmo que começam no Sábado Santo e duram toda a semana até a Segunda-feira de San Telmo (segunda-feira seguinte ao de Pascua).

  • icon2

    Redondela é um município situado na província de Pontevedra e integrado na Área Metropolitana de Vigo. Conta com 7376 habitantes no núcleo urbano e encontra-se a 13 km de Vigo, a 20 de Pontevedra e bem perto do Aeroporto de Peinador.

    Conta com duas viaductos do comboio, declarados Bem de Interesse Cultural em 1978, que atravessam Redondela, as duas linhas do “Caminho de Ferro” são: a de Ourense e a de Pontevedra, que discurre ao longo da costa.

    Redondela possui numerosos yacimientos arqueológicos, sendo os mais antigos do ano 3000 a.C. Um importante Castro encontra-se a uns 336 metros de altitude, conhecido como “ Coto do Castro”.

    Também é de destacar certos lugares de interesse como a Ilha de San Simón, a ensenada de San Simón, a ponte de Rande.

    Redondela conta com várias festas, entre as que destacam; a Festa da Coca, que tem lugar no dia do Corpus Christi, foi declarada Festa de Interesse Turístico Galego no 2001, e a Festa do Choco, festa gastronómica que se celebra no mês de maio e também declarada Festa de Interesse Turístico Galego.

Únete al reto

Inscripciones abiertas a partir del 1 de diciembre

Half Epic Race